3 comentários

Pneus de Inverno - Segunda Parte

Após fazer uma cansativa pesquisa, decidi comprar pneus usados mesmo. A diferença entre pneus usados que comprei para os mesmos novos, é de aproximadamente $500 a $600. Se for possível encontrar bons pneus, vale muito a pena. Eu dei sorte. Mas é bom se precaver para não comprar pneus deformados que depois não vão servir de nada.

Para quem ainda não comprou, corra. A partir de 15/12 é obrigatório a vale multinha.

0 comentários

Pneus de Inverno

Estamos chegando no inverno. E por aqui, uma coisa muito importante são os benditos pneus de inverno. Não é frescura. Faz diferença e dá multa não usar.

Tudo bem, eu sei que passei os pneus na frente do carro. Ainda não escrevi sobre a compra do carro, mas como esse assunto está me tirando o sono, vou escrever primeiro sobre ele.

Para quem já comprou o carro com os pneus de inverno, ótimo. Quem não comprou, como eu, está um pouco enrolado.

Comecei a pesquisar as regras e os preços. Cheguei a encontrar pneus a $69.00, mas de uma marca não muito confiável. Não sou tão adepto da teoria do que é barato é ruim, mas no caso de pneus, é comum um pneu mais barato ter menor qualidade. Novo, pode parecer a mesma coisa que um de melhor qualidade, mas com o uso, ele se deforma mais fácil, a borracha não se comporta tão bem com a variação de temperatura, apresentando rachaduras e em pouco tempo ele terá de ser jogado no lixo. Outra opção seria comprar usado no Kijiji ou Craigslist, mas entra no problema dos pneus não terem sido bem cuidados, ou não estarem em boas condições. Por isso estou pesquisando para encontrar pneus bons e novos pelo menor preço possível.

Perguntei nos fóruns por aí, listas de email, mas aparentemente essas nossas listas de imigração servem mais para discutir panela de pressão do que esse tipo de coisa. Não consegui nenhuma informação de onde comprar os pneus. Mas assim que eu encontrar essa informação, eu atualizo o post.

Por enquanto, o mais barato que eu encontrei de marca conhecida foi um Firestone nos EUA por $90.70 cada (225/70R16). Ainda não sei o frete e as taxas. Ainda estou pesquisando.

Enquanto não acho uma boa opção, vão aqui alguns sites que eu encontrei que podem ajudar:

Regulamentação sobre a utilização de pneus feitos especificamente para condução no inverno - Québec. (Règlement sur l'utilisation de pneus conçus spécifiquement pour la conduite hivernale.)

PMC Tire

Canadian Tire

ShopBot.ca [Comparação de preços no Canadá]

TireBuyer (USA)

Tires-Easy.com (USA)

PS: Se alguém souber de alguma boa dica, coloque ali nos comentários, svp!

2 comentários

Trip to USA

Morando tão perto dos Estados Unidos e sabendo que lá tem coisas mais baratas, atravessar a fronteira se torna uma boa opção de viagem, seja a compras ou a passeio.

Para podermos ir lá depois que chegamos, precisamos já ter o PR Card (para voltar ao Canadá) e o visto americano em nosso passaporte.

Na primeira vez que atravessamos a fronteira de carro, somos solicitados a estacionar e entrar para nos identificar. São feitas algumas perguntas, do tipo: "Para onde vão?", "Quanto tempo ficarão?", Onde se hospedarão?", "Onde vocês moram?" e "Qual o motivo da viagem?". Então pagamos uma taxa e eles grampeiam um papel branco no nosso passaporte com validade de 6 meses.

Uma vez com esse papel no passaporte, essas perguntas são feitas direto no guichê das próximas vezes, sem a necessidade de descer do carro. Mas fique atento. Esse papel vale 6 meses. Antes de vencer, devolva na entrada do Canadá ou no aeroporto mais próximo. Os caras enchem o saco se estiver com ele vencido.

Atenção!
Quando chegamos todo mundo falava que de saída tínhamos o direito de comprar até $200 CAD por passaporte. Isso não é verdade. Como moradores do Canadá, estamos sujeitos as leis do Canadá. A regra é a seguinte:

Menos de 24 horas: $0 CAD
Não há isenção de taxas para quem passa menos de 24 horas nos Estados Unidos.

24 horas: $200 CAD
Se você ficar mais de 24 horas fora do Canadá, pode entrar com até $200 CAD em compras com isenção de taxas. Se suas compras passarem desse valor, você deverá pagar taxa sobre todo o valor. Não é permitido entrar com tabaco ou álcool nesse período.

48 horas: $800 CAD
Fora do Canadá por mais de 48 horas, cada um tem direito a entrar com até $800 CAD. Já é permitido trazer algum tabaco e álcool.

7 dias: $800 CAD
A partir de 7 dias é permitido trazer mais álcool e tabaco. Mas o valor das compras continua o mesmo.


Álcool e Tabaco

Você pode incluir uma quantidade limitada de bebidas alcoólicas nas suas compras. Esses itens devem estar com você na entrada no Canadá.

As idades mínimas para importação de bebidas são:

    18 anos para Alberta, Manitoba e Quebec; e
    19 anos para Yukon, Northwest Territories, Nunavut, British Columbia, Saskatchewan, Ontario, Nova Scotia, New Brunswick, Prince Edward Island e Newfoundland and Labrador.

Álcool

Você pode importar apenas a seguinte quantidade de álcool livre de taxas:

    1.5 litros (53 onças) de vinho;
    1.14 litros (40 onças) de licor;
    o total de 1.14 litros (40 onças) de vinho e licor; ou
    24 x 355 mililitros (12 onças) de latas ou garrafas (máximo de 8.5 litros) de cerveja.

Você pode trazer mais do que a quantidade permitida para entrada isenta, mas terá de pagar as taxas federais e provinciais.

Tabaco

Você pode importar apenas a seguinte quantidade de tabaco livre de taxas:

    200 cigarros;
    50 cigarrilhas;
    200 gramas (7 onças) de tabaco manufaturado; e
    200 tobacco sticks (o que quer que isso seja).

Os cigarros vendidos no Canadá possuem uma marcação na embalagem. Então, se o oficial da duana pegar, você terá de pagar impostos caso esteja fora da permanência e quantidade.

Esse site traz mais informações a respeito (em inglês).

Mais uma informação pertinente
Ouvi de um quebeca que compras de mercado (comida) podem ser feitas sem taxas mesmo com menos de 24 horas. Não tenho conhecimento oficial dessa regra, nem de quantidades, mas algumas coisas valem a pena caso tenha algo interessante com bom preço.

2 comentários

Garderies a $7/dia: O Mito

Antes de vir para Montréal, lemos muito a respeito das tais garderies que custam 7 dólares por dia. Que era muitíssíssimo difícil de arrumar vaga. Que mesmo que arrumássemos seriam péssimas garderies, com pouca infraestrutura. Bom, mais um mito derrubado. Talvez em outras experiências seja assim, mas essas informações não procedem 100%.

Colocamos nossa pequena na lista de espera para ter um comprovante de que estávamos esperando. Três meses depois recebi a ligação com a vaga dela. Nesse meio tempo, pesquisamos outras garderies próximas de casa e vimos de tudo. Existem as CPEs (Centre de la Petite Enfance), as subsidiadas, as em ambiente familiar e as privadas sem subsídio.

As CPEs são as garderies de $7/dia. Existem algumas subsidiadas com esse valor também, assim como as em ambiente familiar. E existem as privadas que custam entre $35 e $55 o dia. Nesse caso, pode-se pedir ajuda financeira para o governo, caso os pais estejam trabalhando, estudando em tempo integral ou procurando trabalho (comprovado pelo Emploi Quebec). Mesmo assim, essa ajuda não é tão grande assim, mantendo o custo ainda alto.

Por causa desse mito criado pela experiência dos outros, acabamos deixando essa pesquisa um pouco de lado e nos preocupamos com outras coisas. Mas resolvemos procurar nesse verão outra garderie, pelo menos mais perto de casa. E para a nossa surpresa, vimos de tudo. Existem boas e más garderies de todo tipo. O negócio é que é preciso mesmo esperar um tanto por uma vaga. Por exemplo, para começar em setembro, é recomendável correr atras de vaga indo pessoalmente nas garderies desde fevereiro.

Como achar as garderies? Bom, existe um site legal pra consultar garderies que se chama Ma Garderie que mostra diversas garderies cadastradas. No Google também é possível fazer uma pesquisa e depois bater perna para visitá-las. Mas tem também o site oficial para se cadastrar e "entrar na fila". Esse é o Enfance Famille. E foi assim que descobrimos a garderie que a pequena começou hoje.

Minha dica: se você está vindo daqui a alguns meses, você tem como cadastrar e colocar a expectativa de para quando é a vaga. Por exemplo, para quem está vindo em dezembro, ponha que quer vaga para dezembro. Na pior das hipóteses, não terão entrado em contato. Mas podem entrar em contato depois. Para quem já está aqui, cadastre logo. Faz diferença a economia e a qualidade.

Atualização:
Segundo dia de aula da pequena no CPE.
-"Papai, hoje foi o dia mais divertido da minha vida!!" Não tem preço.

3 comentários

Permis de conduire

Quando chegamos, pensamos em usar ao máximo o transporte público. Aqui em Montréal, o transporte é muito bom. Ainda mais se comparando a Brasília, onde é quase inexistente. Mas depois de um tempo, a gente percebe como um carro facilita muito a vida.

Para ir ao mercado, levar as crianças para Garderie ou mesmo fazer pequenas viagens, um carro ajuda muito. Mas para dirigir, é preciso ter atenção a alguns detalhes. O primeiro é que podemos usar nossa carteira de motorista do Brasil para dirigir aqui. Ela é válida por 6 meses a partir da data de chegada. Muita gente já chega e dirige com ela. Foi assim comigo. Mas depois me falaram no SAAQ (Société de l'Assurance Automobile du Québec) que é preciso andar também com a tradução oficial (a qual falarei mais a frente.

Durante esses seis primeiros meses, podemos dirigis sem problemas. Após esse período, não podemos mais. Para continuar dirigindo, é preciso fazer a carteira de motorista do Québec. Para nós, que temos a do Brasil válida, temos até 1 ano para fazer a daqui sem precisar passar pelo mesmo processo de um iniciante aqui, o que pode ser bem chato: 1 ano de permissão probatória, não podendo fazer besteira e tendo que dirigir sempre com outra pessoa que tenha a definitiva ao lado.

Como fazer?
Para fazer a permis de conduire, o primeiro passo é fazer a tradução da carteira de motorista do Brasil. Isso se faz no Consulado-Geral do Brasil em Montréal. É preciso fazer um pagamento nos correios (existem em vários lugares, inclusive dentro de farmácias como Jean Coutu). Para fazer esse pagamento, é preciso ligar para o Consulado (pois pode sofrer algum ajuste) no número 514-499-0968.

Com o comprovante do pagamento, é preciso ir até o consulado com a carteira de motorista original e cópia + passaporte original e cópia. O consulado fica no endereço abaixo e é bem fácil chegar lá de metrô, na estação Atwater da linha verde:


Exibir mapa ampliado

Nem precisa sair para a superfície. Após passar pelas roletas, uma das saídas tem uma placa "Westmont Square". É só seguir pelo corredor.

A tradução demora um pouco para ficar pronto. De uma a duas semanas mais ou menos. E é preciso ligar lá para saber se está pronto. Pelo menos para mim foi assim.

Enquanto eles traduzem, já é possível marcar o primeiro exame no SAAQ. Para marcar a primeira prova, eles normalmente só tem data para um mês na frente. Então dependendo da necessidade, é bom se adiantar.

Para fazer a Permis de Conduire, temos de fazer dois exames: exame teórico e exame prático. O exame teórico é uma prova, toda feita no computador de múltipla escolha sobre as leis de trânsito daqui. Esse exame é dividido em três partes. A primeira com 16 perguntas, a segunda com mais 16 e a terceira com 32 questões. Para passar, não podemos cometer mais de 4 erros na primeira, 4 na segunda e 8 na terceira. Cada questão tem 4 opções e podemos mudar de francês para inglês e vice-versa o tempo todo. E não tem tempo limite para responder. Se passamos na primeira, passamos a segunda e assim por diante. Se não passamos em uma das provas, continuamos na sequência. Atenção: se reprovar em qualquer uma das provas, não desista. Continue respondendo as demais com atenção. Quando remarcar a prova, se tiver passado só na segunda, não precisará fazê-la de novo. Só é preciso refazer a(s) reprovada(s).

No caso de não passar no exame prático, é possível remarcar. Mas só para um mês depois no mínimo.

Para fazer o exame prático, só telefonando para a central deles e marcar. O telefone é 514 873-5803. No site tem outros telefones para fora de Montréal. É preciso levar o documento original de motorista, o  cartão de "Assurance Maladie",  a "Carta de confirmação de residente permanente" e a tradução da carteira de motorista. Caso ainda não tenha o Assurance Maladie, pergunte a eles. Me parece que é possível fazer sem, mas é preciso apresentar outros documentos.

O exame teórico custa $10.70 e pode ser pago em dinheiro ou cartão de débito.

Para estudar para esse exame, no site do SAAQ tem um simulador que é bem próximo ao exame de fato. Eu recomendo estudar por alí. Tem uns livros também em inglês e francês com o código de trânsito que ajudam muito. Mas fujam do App da iTunes Store que diz fazer o mesmo simulado. Seria bem prático poder estudar no celular quando se está na rua, ou no metrô - se funcionasse.

Após passar no exame teórico, marca-se o prático. Muita gente faz uma ou duas aulas para pegar as manhas daqui. Existem de fato algumas diferenças e são tão importantes que podem te reprovar. Então eu acho que vale a pena. Eu já estava dirigindo e peguei essas manhas com amigos aqui, mas sempre é bom ter uma segurança a mais. Existem vários cursos de condução aqui e não é difícil arrumar uma recomendação.

Para fazer o exame, pode-se fazer com o próprio carro (caso tenha um e esteja com tudo em ordem) ou pode-se alugar um na hora. Eu não sei o valor exato, pois fiz com o meu. O valor do exame é um pouco maior - $26.75. Mesma regra no caso de reprovação, só um mês depois. Por isso é importante começar o quanto antes.

Passando no exame, paga-se a tarifa da carteira, que é calculada no momento de acordo com a data de aniversário.

Esse documento vira nosso principal documento de identidade aqui.

0 comentários

Ajuda financeira para crianças

Quando entramos no processo, ouvimos que o Canadá provê uma ajuda financeira para as crianças. Mas durante o proceso, eu não sabia como isso funcionava. É algo um pouco chato de arrumar informações.

Como funciona?
Ao chegar, preenchemos formulários e enviamos junto de cópias de documentos para receber uma ajuda financeira para cada criança menor de 18 anos que mora com os pais. Existe a ajuda do governo federal (Canadá) e a provincial, no caso do Québec. Depois de dar a entrada nos formulários, estando tudo certo, em aproximadamente 3 meses começa a receber o dinheiro. Não é necessário enviar os formulários imediatamente na chegada, uma vez que o dinheiro é retroativo à data de chegada. De acordo com o governo, essa ajuda tem o objetivo de prevenir e reduzir a pobreza infantil, garantindo sua qualidade de vida.


Como pedir a ajuda?
Como eu disse, existem duas ajudas que devemos pedir. Uma para o governo federal e outra para o Québec. Para o pedido federal, é preciso preencher o formulário de aplicação para os benefícios da criança e  o formulário de status de renda no Canadá.

Atenção: Sempre que preencher um formulário com o valor de rendimento dos anos anteriores - ganhos no Brasil - deve-se manter a coerência entre eles para não dizer que recebeu um valor para um órgão e outro valor para outro para não gerar desconfianças. Então anote os valores, pois sempre existe algum lugar para repetir essa informação. Eles pedem basicamente para dizer quando se recebeu no ano corrente e nos anos anteriores. É baseado nesse valor que o cálculo é feito para saber quanto se receberá de ajuda. O valor a ser preenchido é o total de recebimentos no ano convertido para dólares canadenses. Eles não verificam documentos de imposto de renda no Brasil, então fica a critério de cada um colocar o valor que quiser.

Para a ajuda do governo federal, existe uma calculadora online para se ter uma estimativa de quando se receberá.

Não é nada tão complicado de preencher, mas tem textos explicativos e se ainda for preciso de mais ajuda, existe o telefone 1-800-959-2221. Depois, com ele preenchido e impresso, devemos enviar tudo em envelope pardo para o seguinte endereço (Québec):


Jonquière Tax Centre
PO Box 1900 Stn LCD
Jonquière QC G7S 5J1


Os documentos que devem ser enviados junto do formulário são:


Para o pedido da ajuda provincial, Québec no caso, o processo é diferente. Existe um sistema online no site da Régie des rents du Québec. É um formulário extenso que ao final gera um PDF para imprimir e levar ao escritório junto das cópias dos documentos. No site da Régie tem uma explicação de como funciona.

Para quem está em Montréal, eles tem um telefone para tirar dúvidas quanto ao preenchimento: 514 873-2433. Para quem está em outra cidade, existem outros números.

Os documentos que devem seguir com esse formulário são:

Para entregar esses documentos, o endereço é:

Régie du Logement du Québec, bureau RC 120
900 Bd René-Lévesque Est
Montréal, QC H2L 2L5

Sim, por estranho que pareça, entregamos esses documentos no órgão do governo que cuida de de aluguel no Québec. Mas eu descobri isso indo no Revenu Québec, onde eu achei que era e me mandaram pra lá.

O caminho mais simples para lá é descer na estação de metrô Berri-Uqam da linha laranja e sair pela Maisonneuve. Seguir até a Saint Hubert e descer até a René-Lévesque Est. Daí só achar o número. É perto, então é bem tranquilo de chegar lá.

0 comentários

Ligação a cobrar para o Brasil (link atualizado)

Uma pausa nos documentos para um post importante. Estava eu em casa e me perguntei como eu poderia fazer uma ligação a cobrar pro Brasil. Achei no blog Cãonadá um post sobre isso. Funciona assim:


A Embratel tem um serviço chamado Brasil Direto (link atualizado. Eles mudaram a estrutura do site e os endereços das páginas) e através dele você pode escolher ligar com cartão, diretamente para o número discado ou através da telefonista. Aqui você encontra uma tabela com os números que deve discar se quiser ligar para o Brasil estando no exterior. No caso do Canadá basta discar 1 800 4636 656 e escolher o idioma de atendimento (Inglês ou Português). Daí em diante é só continuar ouvindo a gravação e seguir as instruções:

Para falar com a telefonista você disca 1 800 4636 656 e informa o número que deseja chamar. Ela (ou ele) vai te perguntar se você quer falar com uma determinada pessoa ou pode ser a primeira que atender a ligação. No caso de você querer falar com "Fulano" a ligação só será cobrada no momento em que ele estiver ao telefone.